Minerais essenciais na alimentação do bebé

Share on facebook
Partilhe

Os bebés precisam de nutrientes para se poderem desenvolver e crescer, fortes e saudáveis. A sua alimentação deve ser equilibrada e rica em vitaminas e minerais, seja através da mãe durante a gestação, seja no período da amamentação, seja depois quando a criança inicia a diversificação alimentar.

Estes elementos são importantes para as funções vitais do organismo e para o seu desenvolvimento. As vitaminas são fundamentais quando se pensa na nutrição das crianças, mas os minerais têm igual importância.

Apesar de não ser das primeiras coisas com que as mães se preocupam quando estão a pensar na alimentação do seu bebé, os minerais são dos elementos mais essenciais pelas funções que desempenham:

– regulação da atividade e manutenção celular;

– facilitar o transporte de diversas substâncias;

– regulação da atividade de enzimas;

– manter a atividade muscular e nervosa;

– interferir nos processos de crescimento;

– construção do corpo (dão estrutura e rigidez a tecidos, ossos e dentes).

A presença de minerais na alimentação do bebé é essencial para que o seu desenvolvimento decorra sem problemas. Mas quais são os minerais mais importantes na vida de um bebé?

Minerais essenciais para o bebé

Os minerais essenciais para o seu bebé são o cálcio, o potássio, o fósforo, o ferro, o iodo, o zinco, o selénio e o magnésio. São os elementos que ajudam à formação, desenvolvimento e funcionamento regular do seu organismo, seja como blocos fundamentais da estrutura orgânica, seja como promotores ou participantes de processos bioquímicos.

A saúde do bebé começa ainda dentro da barriga. Durante a gestação, a mãe deverá ter hábitos alimentares saudáveis, escolhendo alimentos que contenham minerais na quantidade necessária. A mãe pode obter cálcio a partir do leite e derivados, assim como de bróculos. Os ovos são ricos em fósforo, e frutas como bananas, laranja e tomate são ricos em potássio. O magnésio pode ser encontrado em cereais e frutos secos.

O cálcio é um dos minerais mais importantes, por ser fundamental na formação e crescimento de ossos e dentes. Assiste ao bom funcionamento de enzimas e proteínas, pelo que a sua influência e importância vai muito para além de tornar os ossos fortes. O cálcio ajuda também à obtenção de vitamina D, participa na transmissão dos impulsos nervosos, na coagulação sanguínea e na contração muscular.

O fósforo ajuda também a ter ossos fortes mas tem ainda peso no funcionamento do sistema imunitário e em diversos processos do metabolismo, como a obtenção e o armazenamento da energia.

O potássio é um mineral decisivo para o bom funcionamento dos mecanismos musculares, enquanto que o zinco é um elemento muito importante para a produção de proteínas, ajudando ao crescimento e manutenção das células, e estimulando o desenvolvimento do cérebro. É também essencial no fortalecimento do sistema imunológico.

O magnésio ajuda a sintetizar as proteínas, sendo um mineral muito importante na gestão de energia. Outro mineral igualmente importante é o sódio, já que ajuda a regular a quantidade de líquidos no organismo.

Porquê escolher a Água do Vimeiro?

Como dissemos, estes minerais estão presentes em abundância numa alimentação equilibrada e saudável. E uma dieta saudável deve incluir uma água equilibrada. Não é só o que come, o que bebe pode ajudar a obter os nutrientes essenciais para as necessidades da mãe e do seu bebé.

A Água do Vimeiro contém minerais que ajudam a complementar hábitos alimentares saudáveis, ajudando ao bem-estar da mãe e contribuindo para o bom desenvolvimento do bebé. A Vimeiro Original é equilibrada em cálcio, magnésio, sódio e flúor, e ainda apresenta na sua composição química outros minerais como o potássio e a sílica.

Um verdadeiro complemento mineral numa garrafa de água. Cuide de si e do seu bebé por inteiro. Beba Água do Vimeiro.

Share on facebook
Partilhe

Artigos Relacionados

O peso do bebé

As primeiras coisas que se diz de um recém-nascido é o nome, o dia em que chegou ao mundo e quanto pesava à nascença.

Cólicas no Bebé

Os primeiros meses, é sabido, são considerados uma verdadeira aventura para as famílias, sejam de primeira viagem ou já experientes. Porque na verdade, não há dois bebés iguais, mas há desafios comuns a todos.