Uma boa noite de sono para si e para o seu bebé

Share on facebook
Partilhe

A maioria das mulheres grávidas queixa-se de insónias, mas uma hidratação adequada pode ajudar a uma noite bem dormida

Entre encontrar a posição perfeita e as dores musculares, 78% das mulheres indicam ter dificuldades na hora de dormir.

Muitas grávidas passam uma boa parte da gestação em claro, uma situação que se pode manter durante os primeiros meses de vida de um bebé. Para além dos fatores psicológicos associados a este momento tão especial na vida de uma mulher, existem outros fatores fisiológicos que podem causar distúrbios do sono, como enjoos, maior peso na bexiga, sensibilidade no peito, dores na coluna, agitação do feto, contrações, etc.

Mas deixamos algumas sugestões para melhorar as suas noites – e as do seu bebé – durante a gravidez.

Escute e observe o corpo

Existem várias razões para se ter cuidados redobrados com a hidratação na gravidez. O consumo adequado de água ajuda na eliminação de resíduos e interfere diretamente com a formação do líquido amniótico.

Este cuidado é fundamental, especialmente em épocas de maior calor, tanto para as mulheres grávidas como para as que se encontram a amamentar. Para evitar a desidratação é importante repor os níveis de água que se perdem pela transpiração.

Por isso, é importante ter sempre água por perto, especialmente se for rica em minerais fundamentais para o equilíbrio do organismo.

Para além do consumo regular de água, recomendamos alguns hábitos e dicas que podem ajudar a ter noites melhor dormidas, nas diferentes fases da gravidez:

  • Primeiro trimestre

O aumento dos níveis de progesterona leva a uma maior sonolência durante o dia, que tende a desaparecer ao anoitecer. É importante criar desde logo hábitos de sono saudáveis.

    • Pequenas sestas ao longo do dia irão ajudar a grávida a restabelecer a sua energia;
    • Evitar o uso de tecnologias perto da hora de dormir;
    • Evitar jejuns prolongados que causam hipoglicemia e aumentam os enjoos;
    • Praticar exercícios físicos leves, de acordo com a recomendação do seu médico.
  • Segundo trimestre

Nesta fase, os maiores desafios de uma boa noite de sono são cãibras, congestão nasal e o crescimento da barriga.

    • Procurar roupas de dormir confortáveis;
    • Elevar a cabeceira da cama ligeiramente;
    • Consumir alimentos ricos em potássio e cálcio, como leite e banana. E também beber água rica nestes minerais;
    • Fazer massagens para um maior relaxamento;
    • Experimentar novas posições para dormir.
  • Terceiro trimestre

A reta final é a que talvez mistura mais entusiasmo, ansiedade e algum stress. Novamente as cãibras, azia e a necessidade de ir à casa de banho com frequência, podem potenciar as insónias.

    • Deitar sobre o lado esquerdo facilita a circulação e a oxigenação do corpo, o que favorece também o sono;
    • Usar um travesseiro entre as pernas e outro sobre a cabeça;
    • Continuar a praticar exercícios leves, mas evitá-los fazer durante a noite;
    • Tomar banhos mornos para aliviar as dores nas costas.

Benefícios do consumo de água durante a gestação:

  • A ingestão de água mineral na dose certa fornece os oligoelementos e os minerais essenciais ao organismo para satisfazer as suas necessidades e funções habituais;
  • Como a água não contém calorias, o seu consumo faz parte dos hábitos de vida saudável a manter durante a gravidez;
  • Promove o trabalho adequado dos rins e melhora o trânsito intestinal, ajudando a regularizá-lo;
  • Um organismo hidratado tem menor o risco de infeções do trato urinário;
  • A hidratação na gravidez melhora a redução da retenção de líquidos, e consequente inchaço, e a eliminação de toxinas;
  • Através da hidratação correta, dá-se a hidratação do saco amniótico e a redução dos riscos de hipertensão;
  • O estado da pele melhora com o consumo da quantidade de água adequada;
  • Problemas como prisão de ventre, hemorroidas e náuseas matinais podem ser reduzidos.

A hidratação adequada pode ajudar também a reduzir os enjoos, a minimizar a azia e a evitar os sinais de desidratação, como a sede, que podem levar à interrupção do sono para beber água.

As insónias podem persistir durante os primeiros meses após o parto. Com o cuidar do bebé, as novas rotinas ou os fatores emocionais inerentes a este período, há um mundo de desafios pela frente. Por isso, é fundamental que os bons hábitos adquiridos durante a gravidez se mantenham, ajudando a um maior equilíbrio físico e emocional das novas mamãs.

Para cuidar do seu bebé é preciso que cuide também de si por inteiro. Beba Água do Vimeiro.

Share on facebook
Partilhe

Artigos Relacionados