Como ter uma voz saudável

Share on facebook
Partilhe

A saúde vocal não deve ser uma preocupação apenas de cantores e locutores. Todos devemos ter cuidados com a voz pois ela faz parte da identidade de cada pessoa, chegando a ser quase tão singular como uma impressão digital. E um dos cuidados fundamentais para uma voz saudável é uma boa hidratação.

A voz é um bem precioso. Influencia a nossa capacidade de comunicação e a forma como os outros nos percecionam. Podemos não identificar alguém ao longe mas conseguimos saber quem são pelo telefone e mesmo avaliar o seu estado de espírito.  Até os bebés reconhecem a voz da mãe ainda dentro da barriga.

Só quando nos falha a voz é que percebemos a sua importância. No entanto, a vasta maioria da população não presta atenção à saúde vocal. 

Todas as vozes são importantes

Muitas profissões dependem da voz: cantores, professores, instrutores de ginásio, locutores de rádio, atores, advogados, guias turísticos, rececionistas, caixas de supermercado e todas as outras que implicam atendimento ao público ou uma comunicação contínua com clientes ou colegas. Quantas horas do dia são passadas em reuniões online  ou ao telefone?  

Toda a população precisa de usar a voz no seu dia a dia profissional e/ou pessoal e uma percentagem significativa desenvolve problemas associados ao abuso vocal e à falta de cuidado da voz, podendo apresentar os seguintes sinais : 

  • Limitação na capacidade vocal (consequência dos sintomas abaixo);
  • Irritação na garganta (sintoma);
  • Dores na laringe ou na faringe (sintoma);
  • Rouquidão (sintoma);
  • Perda de voz (sintoma).

As causas mais comuns para estes problemas são:

  • Má utilização do aparelho fonador, com um uso excessivo e prolongado devido a esforços para gritar ou falar alto;
  • Fumar;
  • Permanência em ambientes demasiado secos e frios – o ar condicionado sabe bem mas condiciona a saúde vocal;
  • Consumo de cafeína, álcool, refrigerantes ou de bebidas demasiado quentes ou demasiado frias;
  • Alguns alimentos como chocolate, leite e derivados,  fritos,  picantes ou alimentos ácidos;
  • Stress – já repararam como a voz muda quando estão mais tensos?

Um exercício simples para avaliar a qualidade da voz é gravar duas ou três frases com o telemóvel (porque não experimentar já com algumas deste artigo?) e ouvir o resultado. É uma voz áspera, cansada, pouco clara, com problemas de projeção?  Ou é uma voz presente, descontraída, clara?

Se for a primeira opção, temos algumas recomendações para melhorar a qualidade da sua voz. Mas caso seja um problema recente e persistente, procure apoio médico/especializado, como um otorrinolaringologista ou um terapeuta da fala, para avaliar melhor a situação. Se for a segunda opção, siga-as também para continuar a soar bem e evitar problemas no futuro.

Hidratar para uma voz saudável - e não só

A primeira recomendação para uma voz mais saudável é manter uma boa hidratação. Beber água ao longo do dia – sete a oito copos ou cerca de dois litros – à temperatura ambiente e em pequenas quantidades de cada vez, faz bem à voz e ao resto do organismo. 

O ideal é beber água regularmente já que a hidratação das cordas vocais não acontece imediatamente a seguir à ingestão da água. 

A água que bebemos demora cerca de uma hora para chegar aos tecidos do corpo. Assim, o consumo regular de água é a melhor garantia para manter as cordas vocais bem hidratadas e garantir a lubrificação das estruturas responsáveis pela produção da voz.

Em ambientes secos ou em espaços com ar condicionado, deve-se beber mais água e mais frequentemente. Outros cuidados a ter com a voz são:

  • Repousar bastante e dormir bem – a voz de cama não é sexy nem saudável;
  • Não esforçar a voz – evitar gritos, falar depressa e alto ou num tom que não seja natural;
  • Fazer aquecimento vocal antes de uma apresentação, aula ou qualquer outra situação em que será sujeita a um uso mais intensivo e que exija uma maior projeção vocal;
  • Falar calmamente e de forma pausada – não só protege a voz como também ajuda a manter uma compostura sóbria e mais cativante;
  • Respirar de forma correta – a prática desportiva ou de ioga e meditação ajudam a melhorar a forma como respiramos;
  • Recorrer a ajudas quando a voz não é projetada de forma eficaz – é para isso que servem os microfones!

Há ainda outros cuidados com a voz que são também recomendados para quem quer levar uma vida mais saudável: não fumar, fazer uma alimentação equilibrada, evitar bebidas estimulantes e as situações de stress. E, claro, beber água de qualidade e na quantidade recomendada.

É que, ao cuidar da voz, estamos também a cuidar de nós. 

Cuide do seu corpo por inteiro.  Beba Água do Vimeiro.

Share on facebook
Partilhe

Artigos Relacionados