Como a desidratação afecta os desportistas (e como a evitar)

Share on facebook
Partilhe

A desidratação tem um enorme impacto no desempenho desportivo. Por isso é fundamental beber água nas quantidades necessárias para evitar problemas durante e após o exercício físico.

O que é a desidratação? A desidratação ocorre quando o corpo perde ou usa líquidos em maior quantidade do que consome, afetando o funcionamento normal do organismo.

Os sintomas mais comuns de desidratação são a sede, pele ressequida, urina amarela, concentrada e com odor forte, boca seca e lábios gretados. Consumir água em quantidades suficientes para repor as reservas é a melhor forma de a evitar.

Uma hidratação adequada deve ser a prioridade máxima, assumindo um papel fulcral nos resultados desportivos de qualquer atleta, pois a água está ligada à maioria das reações químicas envolvidas no exercício físico. Entrar num estado de desidratação reduz a capacidade atlética do desportista e traz riscos para a saúde que podem ser muito graves.

A desidratação aumenta o esforço cardíaco

A desidratação causa a redução do volume sanguíneo, diminuindo a pressão sanguínea. Isto dificulta a disponibilização de oxigénio e nutrientes às células musculares e cerebrais, o que aumenta o esforço cardíaco.

A desidratação aumenta a temperatura corporal

A temperatura corporal é regulada pela transpiração. O suor é composto por cerca de 95% de água, logo, sem haver água no corpo, não é possível transpirar. Sem poder transpirar, o organismo não consegue regular a temperatura de forma adequada, levando a um risco maior de insolação e exaustão pelo calor.

Em casos extremos, a temperatura corporal pode ultrapassar os 40º C conduzindo a um stress por esforço, que pode causar taquicardia, hipotensão, hiperventilação, vómitos, diarreia, convulsões e coma.

A desidratação e as contrações musculares

As cãibras são uma das queixas mais comuns entre os desportistas. São contrações musculares fortes que podem ocorrer nos músculos das mãos, da barriga, das pernas, dos pés, das coxas ou dos braços. Causam endurecimento, tensão e dor nos músculos, podendo ir de uma dor leve a intensa.

Para evitar ter cãibras, é preciso que o músculo se mantenha hidratado. Beber uma água rica em magnésio, potássio e sódio ajuda a repor estes minerais essenciais ao seu melhor desempenho.

Como evitar a desidratação - estratégias para antes, durante e após o exercício físico

É importante assegurar que, durante o período de treino ou de uma competição, o corpo recebe nutrientes e minerais suficientes através de uma dieta equilibrada e uma boa hidratação, assegurando também o bem-estar físico e mental do desportista.

Definir estratégias de hidratação, antes, durante e após o exercício físico, é uma forma de se manter os líquidos corporais em níveis saudáveis, prolongando uma performance desportiva eficaz. Basta só ter em atenção os seguintes momentos:

Antes do exercício
Ingerir aproximadamente 500 a 600ml de água, terminando a ingestão cerca de 20 a 30 minutos antes do início do treino ou competição.

Durante o exercício
Ingerir água desde o início da actividade física, e em intervalos regulares, para repor toda a água perdida através do suor. Esta reposição é muito importante para prevenir qualquer nível de desidratação. Tal vai-se refletir nas respostas cardiovasculares, termorreguladoras e, como tal, também no desempenho desportivo.

Após o exercício
Após o final do treino ou da competição, deve-se repor a perda de líquidos, de eletrólitos e de hidratos de carbono bebendo uma água de elevada mineralização, apoiando e otimizando a recuperação do esforço físico.

A Água do Vimeiro é reconhecida como referência no mercado pelos benefícios para o organismo dos atletas, graças à sua mineralização equilibrada que permite a reposição dos elementos essenciais perdidos durante uma actividade física exigente.

Beber Água do Vimeiro antes, durante ou depois do exercício ajuda a manter uma hidratação eficaz para um melhor desempenho físico e desportivo. É a melhor escolha para quem tem sede de resultados.

Share on facebook
Partilhe

Artigos Relacionados