Beber água favorece a saúde mental

Share on facebook
Partilhe

O corpo humano é composto por 60% de água e, se falarmos apenas do cérebro, falamos de cerca de 75%. A água tem um papel muito importante neste órgão, mediando todas as atividades funcionais cerebrais – o que pode afetar (positiva ou negativamente) a saúde mental. E porque o nosso organismo pode beneficiar dela sem ter de processar simultaneamente açúcares, aditivos ou outros ingredientes, a água, no seu estado mais puro, é o melhor hidratante que devemos ingerir com regularidade. É importante evitar, portanto, bebidas com energia, calorias, açúcares ou corantes, como refrigerantes, uma vez que tendem a necessitar de ser processados pelo organismo reduzindo assim a velocidade de hidratação e, podendo mesmo, promover a desidratação.

Em estados ainda ligeiros de desidratação, bastando, para tal, a perda de apenas 1% do peso corporal, podem verificar-se sintomas ligados às funções neurológicas dado que se regista uma redução entre 17 a 20% das funções executivas (todas as funções neurológicas ligadas ao raciocínio, atenção, concentração, memória, aprendizagem, poder de decisão, além de fadiga e cansaço mental). Uma desidratação mais pronunciada (>2% do peso corporal) poderá interferir nas emoções do indivíduo, podendo levar a quadros de irritabilidade, humor depressivo, apatia e menor sensibilidade ao toque.

Percebemos então que a água é um importante hidratante 100% natural: além de auxiliar no sistema imunológico do organismo, a água também é a melhor aliada do cérebro, podendo, nomeadamente, ajudar na prevenção e no combate de transtornos psicológicos. Está provado que, apesar de doenças neurodegenerativas, como Alzheimer ou Parkinson, não se curarem com água, uma hidratação adequada mantém o cérebro em boa forma durante mais tempo. Mas, porque as águas não são todas iguais, devemos escolher a que melhor se adequa às nossas necessidades e atentar à sua composição mineral sendo sabido que, os nutrientes necessários à melhoria da hidratação são os minerais por, dada a sua biodisponibilidade, facilitarem a sua absorção e a retenção dos líquidos intra e extra celulares. A Água Mineral Natural do Vimeiro apresenta 1011,9 mg/L na sua composição, dos quais destacamos o cálcio, o magnésio, o potássio, o sódio e o bicarbonato.

Deve beber uma quantidade mínima de 1,5 litros de água por dia, quantidade que deverá aumentar de acordo com a alimentação, volume de atividade física, condições ambientais (mais calor = mais água), e outros fatores como o peso ou a idade.

Parece simples, e os seus efeitos notam-se a curto, médio e a longo prazo. E é tão fácil como começar por beber mais um copo de água diariamente até perfazer, 12 copos, por dia.

Não se esqueça:

Cuide do seu corpo por inteiro. Beba Água do Vimeiro