A água é o melhor detox

Share on facebook
Partilhe

O papel da H2O no tratamento das inflamações

Comer alimentos com caraterísticas anti-inflamatórias, como o alho e o limão é, sem dúvida, uma boa forma de proteger o organismo, mas… a água que bebe, será também importante no combate à inflamação?
De facto, não precisa de comprar nada de extravagante para combater a inflamação que é adversa à condição de um corpo saudável. De acordo com os especialistas, a melhor bebida para combater estados inflamatórios é a boa “H2O”.
Para que o corpo consiga desempenhar funções fundamentais, como a necessidade de combater vírus e infeções várias e até reparar lesões, necessita de uma determinada dose de inflamação. Mas quando existe um estado elevado de inflamação aguda ou esta persiste no tempo (estados inflamatórios crónicos), torna-se prejudicial para a saúde, promovendo, por exemplo, doenças cardíacas, artrite e diabetes.
O estado inflamatório pode ocorrer quando o corpo tem dificuldade em remover toxinas, permitindo a sua acumulação no organismo, pelo que beber muita água pode ajudar no processo de autolimpeza do organismo, removendo os resíduos e toxinas indesejadas.

Como é que a água reduz a inflamação?

A água tem uma das principais funções no processo natural de desintoxicação, eliminando, através da urina e das fezes – uma das formas vitais para diminuir a inflamação no organismo – os produtos resultantes do metabolismo que não são reutilizáveis pelo organismo, podendo tornarem-se tóxicos.
Manter-se hidratado ajuda a preservar o equilíbrio hídrico. Por exemplo, de acordo com a fisiologia, 80% da cartilagem – tecido encontrado nas articulações e discos da coluna/vertebras – é composta por água. A ingestão de água desempenha um papel fulcral na produção de fluido sinovial, que lubrifica e protege as articulações. Sem a ingestão adequada de água, as articulações perdem a sua capacidade de absorção de choques, o que pode acabar por desencadear fricção, inflamação e dor nas articulações.

Qual a quantidade de água que se deve beber por dia?

Provavelmente já ouviu a recomendação de que deve beber oito copos de água por dia. Mas será mesmo assim? Depende.
A quantidade de água que uma pessoa necessita depende de múltiplos fatores, incluindo a sua alimentação, idade, local onde vive, clima e estação do ano, frequência de exercício físico e o seu estado de saúde.
No entanto, de acordo com as recomendações, os homens devem consumir aproximadamente 3,7 litros de líquidos por dia, enquanto as mulheres devem beber 2,7 litros. Nestas quantidades de líquidos ingeridos ao longo do dia já estão incluídas a água e outras bebidas – tais como sumo e chá – e, devemos relembrar que cerca de 20% da ingestão diária de líquidos deve provir dos alimentos.
Por estes motivos, fazer recomendações generalizadas do número de copos de água não faz sentido, pois as necessidades em água dependem dos fatores mencionados anteriormente. Mas não devemos esquecer que a água mineralizada é o único líquido que não fornece energia, mas sim minerais essenciais à vida e à saúde, pelo que deverá ser sempre a primeira opção de líquidos a incluir na sua dieta. É um alimento com zero calorias e reconhecida pela Agência Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) como um “alimento funcional”.

A água também alimenta

Se pretende elevar a qualidade da sua água a um nível superior, então deve optar por água mais mineralizada. Deste modo, estará a transformar a água em alimento portador de minerais, fundamentais para inúmeras funções do seu corpo: como o cálcio para os ossos, contração muscular e funcionamento do cérebro; o magnésio para a saúde óssea, cardíaca, redução dos espasmos musculares/cãibras, as enxaquecas e insónias; e o bicarbonato, com propriedades anti-inflamatórias, que pode ajudar a manter o pH sanguíneo adequado, estimular a libertação de hormonas digestivas, reduzir o colesterol, a glicose de jejum e prevenir doenças cardiovasculares.
Beba água pela sua saúde! A nossa recomendação, já sabe qual é:
Uma água equilibrada em minerais essenciais ao cuidado do corpo.
Veja por si e compare a mineralização das diferentes águas disponíveis no mercado através do comparador de águas.

Cuide do seu corpo por inteiro. Beba Água do Vimeiro

Dra. Cláudia Minderico

Dra. Cláudia Minderico

Nutricionista Clínica e Desportiva

Share on facebook
Partilhe

Artigos Relacionados

Importância dos minerais para os celíacos

A doença celíaca é uma doença autoimune que, como reação ao consumo de glúten – uma proteína encontrada no trigo, cevada, aveia, centeio e seus derivados, presente na dieta básica do mundo ocidental -, causa atrofia da mucosa do intestino delgado, tornando-o responsável pela má absorção de ferro, folato, magnésio, cálcio e vitamina D, assim como vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), hidratos de carbono, gorduras, outros sais minerais e água.